Sobre o Câncer de Pele Melanoma

Dra. Patrícia Farah

O melanoma é um câncer que se origina nos melanócitos, células que produzem melanina, geralmente sendode cor marrom ou preta. No entanto, alguns melanomas não são pigmentados, podendo ser de cor rosa, bege ou branco.

O melanoma pode se desenvolver na pele em qualquer parte do corpo, mas é mais propenso a aparecer em locais como o tronco (local mais comum em homens), as pernas (local mais frequentemente nas mulheres), o pescoço.

Os melanomas nos locais incomuns: nas palmas das mãos, plantas dos pés acontecem mais frequentemente em pessoas de raça negra do que em pessoas de raça branca.

Melanomas também podem se formar em outras partes do seu corpo, como olhos, boca, órgãos genitais e região anal, mas estes são muito menos frequentes do que o melanoma da pele.

O melanoma é menos comum do que o câncer de pele não melanoma de células escamosas e basocelular, mas é mais agressivo. É muito provável que se dissemine para outras regiões do corpo se não for diagnosticado precocemente.

Fonte: Oncoguia / Conteúdo original: American Cancer Society

 

SBD e La Roche-Posay juntas na prevenção ao Câncer da pele

Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) e La Roche-Posay unidas na campanha Skinchecker: uma campanha que tem como objetivo alertar a população brasileira sobre a importância da prevenção e diagnóstico precoce do câncer da pele.

 

Diagnóstico

O diagnóstico normalmente é feito pelo dermatologista, através de exame clínico ou utilizando da dermatoscopia, exame no qual se usa um aparelho que permite visualizar algumas camadas da pele não vistas a olho nu. Alguns casos exigem um exame invasivo, que é a biópsia.

 

Tratamento

A cirurgia é o tratamento mais indicado. A radioterapia e a quimioterapia também podem ser utilizadas dependendo do estágio do tumor. O melanoma, hoje, é tratado com novos medicamentos, que apresentam altas taxas de sucesso terapêutico.

Na suspeita de ter esta doença sempre procure um médico dermatologista.

WhatsApp