Dermatite atópica: sintomas e tratamentos

Dra. Patrícia Farah

A dermatite atópica causa irritação e coceira na pele, pode ser bem incômoda e até gerar constrangimento. Muita gente ainda tem dúvidas sobre contágio, tratamentos e cura, por isso, preparei este artigo com as principais informações sobre a doença.

 

A dermatite atópica é um tipo de eczema, que causa alteração na função de barreira (proteção superficial) da pele, tornando-a sensível a inflamações. Isso gera coceira, vermelhidão, inchaço e até lesões. É uma doença de pele comum e crônica, por isso, pode ser tratada e controlada, porém, também pode reaparecer.

É importante destacar que não é uma doença contagiosa. É mais comum em recém-nascidos e crianças, ocorre em 3% dos adultos, com prevalência nas mulheres.

Existem evidências de que a origem da dermatite atópica possa ser genética, ambiental ou imunológica. Alguns fatores de risco podem determinar a expressão da doença, como pele seca, exposição a poeira e ácaros, produtos de limpeza, banho muito quente, frio intenso, estresse emocional, entre outros.

Investigar os fatores que podem ter desencadeado uma dermatite atópica, com o acompanhamento de um dermatologista, é fundamental para o sucesso do tratamento.

Tratamento para dermatite atópica

Pessoas que sofrem de dermatite atópica precisam de um cuidado redobrado com a pele. É importante fazer o diagnóstico a partir de exames solicitados pelo dermatologista, que poderá prescrever um tratamento com medicamentos e orientações gerais para controle da doença.

Alguns hábitos que ajudam amenizar e até mesmo evitar a dermatite atópica são:

  • Manter a pele hidratada, usando cremes indicados pelo dermatologista;
  • O banho deve se morno ou frio e breve, com preferência para sabonetes neutros;
  • Evitar contato com produtos de limpeza, químicos ou maquiagens que podem irritar a derme;
  • Usar filtro solar;
  • Tomar bastante água e ter uma alimentação balanceada;
  • Ter uma vida saudável, mantendo o corpo e a mente em equilíbrio.

Você tem mais dúvidas sobre a dermatite atópica? Deixe sua mensagem nos comentários ou agende uma consulta.  

WhatsApp